Como sempre digo, a cada dia pessoas novas cruzam o meu caminho, mas hoje cheguei à conclusão que, além disso, o interessante é conhecer a casa e as rotinas das pessoas. Eu sou uma pessoa temporária na vida destas pessoas. Já conhecem o projeto Temporary People? Fala justamente destas pessoas temporárias. Sempre pensava nas histórias que eu poderia contar das pessoas que passaram na minha vida, mas a verdade é que sou uma dessas pessoas diariamente em casa e vidas diferentes. Sou alguém que passa por ali por algumas horas, deixa uma marca (física de fato) e vai embora. Foi interessante mudar o ponto de vista e se perceber como uma pequena invasora no dia a dia das pessoas. Invasora no sentido alegre, como alguém que causa uma quebra na rotina e proporciona um momento de estética, de linhas, de cores e carinho. Hoje o dia foi assim:

7:00 - Levantei e o Marcos já tinha cortado o mamão e se preparava para uma rápida corrida. Ah o meu exercício dessa semana - justo essa que estou compartilhando - não está regrado. Acho que isso acontece uma vez a cada seis meses. Que pena!
Terminei de preparar o café da manhã e depois de alguns momentos de fazer a cama e ajeitar algumas coisas na cozinha, sentei no computador. Tinha uma entrega de uma estampa para fazer hoje e faltava finalizar alguns detalhes. Tudo isto deu tempo antes de ter que sair para uma arte.

9:30 - Sai para fazer uma arte. Tenho clientes de todos os tipos. Aqueles mais controladores e detalhistas, outros mais livres e confiantes. Hoje foi um deste, bem mais livre e confiante. Daquele tipo que gostaríamos de encontrar todos os dias. Deixou a chave da casa nas minhas mãos e o único briefing foi: “quero que seja algo impactante no sentido de quando a pessoa abrir a porta do meu lavabo ela fique ali, por alguns segundos, sem ar.” Neste tipo de trabalho tenho total liberdade de criação e expressão e são os que me proporcionam mais alegria e possibilidade de evolução e superação. Sai feliz com o resultado e feliz de ter tido a sorte de mais um cliente assim cruzar o meu caminho.

13:30 - A caminho de casa passei rapidamente no Extra para abastecer alguns itens “extras” das compras semanais. Chegando em casa almocei e sentei no computador
para trabalhar em alguns projetos gráficos. Finalizei a estampa que trabalhei logo cedo (que foi aprovada em seguida! yay!) e trabalhei no layout de um site também.

17:00 - Recebi o Gustavo, um agente de seguros de vida para um bate papo. Conversamos sobre o que? A vida. E como se assegurar de alguns riscos que acontecem no nosso dia a dia. Foi uma conversa indicada por um casal de amigos e acho que foi produtiva (e longa).

18:30 - Sentei novamente no computador para finalizar alguns trabalhos e comi uma fruta. O lanche foi mais tarde do que de costume, mas não tive forças de segurar até o jantar.

19:00 - Marcos chegou em casa e já seguimos para a casa dos meus pais para um jantar gostoso e de muita conversa. É interessante observar como a relação com os pais vai mudando ao longo do tempo. Quando saímos de casa, temos que nos atualizar de tempos em tempos, algo que antes era diário. Foi um papo gostoso e fechou o dia com chave de ouro.

23:40 - Terminando por aqui para ir deitar mais tarde do que de costume, cansados, mas feliz com um dia produtivo e de muitos sorrisos.