Um fator importante de qualquer residência é o armazenamento do vestuário. Muitas semanas após nossa mudança aqui para o apê, a grande maioria de nossas roupas ainda estavam em malas ou no baú antigo da Kalina que reaproveitamos. Um armário deixado pelo último inquilino, que estamos utilizando como divisor de ambientes entre sala e quarto até hoje, também quebrou um bom galho armazenando as nossas roupas do dia a dia. Um belo dia, decidimos pôr a mão na massa para montar um local mais apropriado – e mais bonito – para guardar parte das nossas roupas.

O caminho escolhido foi uma arara de cobre. Quem nos acompanha conhece bem a nossa séria “caramba, uma caçamba!”, e como quase tudo aqui no apê foi feito a partir de materiais recicláveis. Para este item, contudo, por ser algo que estaria em constante contato com todos os tipos de roupas que usamos no dia a dia, decidimos utilizar material virgem. Uma arara deste tipo é uma boa alternativa para quem, como nós, está controlando o orçamento e ainda não possui um armário ou closet para suas roupas ( recentemente nosso “closet” ficou pronto, e aparece em algumas fotos, iei! ). Da mesma forma, se perfis de cobre não são de seu agrado, qualquer perfil metálico ou plastificado, virgens ou não, serviriam bem este propósito, com alteração do resultado visual e, em alguns casos, diminuição da resistência.

Nós gastamos cerca de R$ 150 para montar esta peça. Foram duas barras de 2,60m de comprimento X 28cm de diâmetro, duas conexões e duas cantoneiras de cobre, cerca de 5m de fio de aço, dois ganchos e buchas de 5mm para fixar no teto, e dois clips para cabo de aço. Para cortar os tubos usei uma serra de fita, e para cortar os cabos um alicate já basta. 3 pedaços de 1m de tubo de cobre, foram utilizados para as laterais e parte inferior da arara. É preciso atentar-se à mínima diferença de comprimento que as cantoneiras e as conexões de cobre podem ter entre si, na hora de fixar os tubos horizontais. Uma boa dica é montar tudo no chão uma vez que tiver todas as peças cortadas, e juntar todas as cantoneiras e conexões. Se houver uma folga em alguma das barras horizontais, verifique qual e analise a diferença para cortar esta medida de uma das barras. Uma vez que o quadrado estiver formado e firme, é hora de passar o cabo de aço pelos tubos periféricos, formando um U com as pontas soltas para cima, que serão fixadas no teto. Meça a distância que preferir do teto, corte o cabo sobressalente, e marque os ponto exatos no teto, para fixar os ganchos. Vale lembrar que o teto não pode ser gesso, pois o peso da arara e com as roupas será significativo. Fure, fixe bem os ganchos com as buchas, atravesse cada ponta do fio de aço por seu gancho e enforque o fio com clip para cabo de aço. Pronto. Todo mundo que vem aqui adora e quer um igual.

Este é, claro, só um exemplo e uma ideia de como montar esta arara. Você pode criar a sua própria, com as medidas que considerar mais pertinente. Veja as fotos do processo da nossa abaixo, para entender melhor o procedimento.