Quantos amigos você tem no Facebook? Quantos destes são verdadeiros, quantos são colegas ou apenas somam um número à sua popularidade? Quando éramos mais novos sempre ouvíamos e prometíamos: “Você é minha melhor amiga para sempre!”. Quantas destas “para sempre” ainda permanecem ao seu lado hoje? Se for como a maioria, talvez metade delas tenha se afastado, dando lugar a novas e novos amigos. Fato normal que ocorre por escolhas, gostos que evoluem (ou não), amadurecimento, namorados ciumentos, estudos, viagens, mudanças, brigas, quebras de confiança ou simplesmente momentos diferentes. Todos já passamos por isso e o fato se repete a cada temporada. Num destes dias uma amiga comentou sobre um fato que leu em algum lugar e achamos interessante - uma amizade é verdadeira e “para sempre” quando ultrapassa sete anos. Paramos, contamos e lembramos de todos aqueles que fazem parte deste número. Não é preciso trocar elogios e manifestações de carinho constantes: mesmo que não exista um contato diário, quando juntos, compartilham aquela sensação de que se viram no dia anterior. Admiração, cumplicidade, sintonia, amor, respeito e bem estar.

Na Universidade de Harvard, em aproximadamente 1937, iniciou-se um estudo sobre a saúde humana. Após muitos questionários e análises, concluiu-se que os amigos são o principal indicador de bem-estar na vida de alguém. Ter laços fortes de amizade aumenta a nossa vida em até 10 anos e previne uma séria de doenças. Além de ser fundamental para o “estar” mental, ter amigos faz bem para o coração e para o corpo. O estudo diz que amizades novas são ainda melhores, por liberarem uma substância que ativa a vontade de se relacionar e capacidade de socializar com outros, o quê, consequentemente, traz felicidade ao nosso dia a dia.

Marcos e eu, por sermos donos das nossas empresas e curiosos pela vida, sempre buscamos conhecer novas pessoas em novos ambientes, em outros círculos de amigos e de formas inusitadas - e foi justamente isso que aconteceu recentemente com um casal, donos da Paperia. Um dia, em minhas pesquisas e divagações online em busca de páginas interessantes, me deparei com a Fan Page da Paperia no Facebook. Mesmo com apenas um amigo em comum, fui atrás, li mais e pesquisei a respeito. Me deparei com o site, produtos e até na página do Pinterest da empresa dei uma conferida. Me encantei e pensei – algo que não faria há alguns anos atrás, provavelmente por timidez – “vou enviar um email, apresentar o meu trabalho e sugerir uma parceria.” A partir deste dia, a parceria de fato começou a surgir, mas muito mais do que isso, uma amizade veio como agradável surpresa.

Após algumas trocas de e-mails e tentativas de marcar reuniões que falharam por motivos diversos, trocamos números, a Marcela – criadora da empresa- e eu, e iniciamos uma conversa por WhatsApp. Conversa vai e conversa vem e descobrimos inúmeras semelhanças, entre elas aspirações, vontades, personalidades e por fim, as caras metades que trabalham em áreas similares. A princípio parecia até surreal a cada descoberta. No mesmo dia que Marcos eu encontramos o nosso apê, tive um dos papos mais longos (ainda pelo celular) com a Marcela e, descobri que eles também estavam em busca de um novo lar. Apresentei o conceito MaxHaus e contei um pouco da nossa procura. Em meio a tudo isso um encontro ao vivo aconteceu, a princípio para conversar sobre negócios, mas que logo virou uma conversa de horas, sobre os mais variados assuntos, de duas pessoas que pareciam se conhecer a anos. Em menos de uma semana, uma pessoa querida, que virou nossa vizinha no mesmo dia de nossa mudança, é hoje minha companheira de exercícios diários em nossa piscina vermelha - e ai paramos para pensar: como se chama isto? Um encontro inusitado? Serendipidade? Destino? Ou apenas um toque de felicidade em nossa nova fase?

Por coincidência, ou não, o slogan da Paperia, do casal Marcela e Ítalo, diz: Imprima Felicidade. No nosso caso, não apenas trouxeram mais um sorriso em nossas vidas, mas também nos surpreenderam com um produto, feito com muito carinho, agradecendo a ajuda em encontrar um novo cantinho. Mais um amigo na lista do Facebook ou um amigo “para sempre”? Talvez descobriremos daqui há anos, mas nada disto importa, afinal aquele estudo iniciado há anos atrás na Universidade Harvard tinha razão; novos amigos são sinônimo de bem estar para o corpo e para a alma. Obrigada amies pelo carinho e pelos sorrisos!