Nós no conhecemos em um carnaval. Na rua? No carnaval de rua do Rio ou de Salvador? Não! Na tranquilidade da cidade de São Paulo nestes feriados prolongados. Desde então foram poucas as vezes que viajamos em feriados. Um dos principais motivos é evitar a estrada e pedágios com longas filas. O segundo é a possibilidade de sair com amigos que pensam de forma similar, não tiveram tempo para programar uma viagem, ou simplesmente porquê não emendam feriados. Seja qual for o motivo deles, aproveitamos a companhia e a possibilidade de fazer programas diferentes. Aproveitamos a cidade vazia para fazer programas que normalmente não faríamos. Numa ocasião destas, tiramos um dia para passear pela cidade com um casal de amigos. A ideia inicial era irmos a uma exposição, mas o programa foi logo frustrado pelas longas filas. A saída foi passar em exposições menores e acelerar a fome para que pudéssemos almoçar juntos em algum lugar agradável. Bruno, que já conhece o nosso estilo de alimentação, sugeriu o restaurante Bio Alternativa, na região de Higienópolis. Um restaurante que pertence à família dele e que frequentávamos na época da faculdade. Na época não nos permitimos comer lá com frequência pela condição e rótulo de “estudante”, mas vimos que para os padrões de hoje, o valor é justo.
Ele nos mostrou o caminho. Ao entrarmos na casa antiga passamos por um pequeno mercado com diversos produtos naturais, que variam de comidas a produtos de beleza e livros. A fome era grande então deixamos as comprinhas para depois.

O restaurante existe desde 1977 e é focado na alimentação natural e vegetariana. Raízes, caules, flores, frutos, cores e texturas compõe a bancada do buffet de valor fixo. Para atender o número crescente de restrições alimentares, seja por motivos alérgicos éticos, ideológicos ou religiosos, cada prato tem sua identificação específica. Começamos pela sopa e repetimos três vezes, passando por antepastos, saladas e pratos quentes. Em qualquer outro lugar teríamos a sensação de “sair rolando”, mas de lá saímos leves e dispostos a continuar a nossas andanças pela cidade. Os alimentos são leves e preparados para a fácil digestão. O buffet acontece todos os dias, mas nenhum é igual. Os pratos se repetem somente após um período de 3 semanas. Para Bruno, Carolina e eu foi um reencontro feliz com o restaurante, com sabor de nostalgia dos anos de Mackenzie. Para o Marcos foi a apresentação a mais um lugar facilmente frequentável em dias tranquilos pela cidade.